NOTÍCIAS

Secretário da Academia de Cordel propõe mudar nome da entidade

A Academia de Cordel do Vale do Paraíba, que completa sete anos em janeiro de 2021, poderá passar a ter um novo nome em breve. O atual Secretário da entidade, Sander Lee, propõe a mudança do nome para União Brasileira de Cordelistas.

A proposta será avaliada em assembleia geral logo após a posse da nova diretoria, que será eleita em dezembro de 2020. Para Sander Lee, o formato de academia limita a participação dos poetas e poetisas e, de certa forma, impede uma mobilização mais ampla em torno dos interesses das pessoas que se dedicam ao cordel no país.

O atual Presidente da Academia, Marconi Araújo, colocou seu nome para reeleição e, sobre a mudança da razão social, se posicionou a favor, sendo acompanhado pelos associados Thiago Alves e Fábio Mozart, em reunião virtual realizada neste 2 de novembro. A ideia não foi de pronto acatada pelos sócios Manoel Belizario e Bento Júnior. De acordo com Belizario, a Academia de Cordel do Vale do Paraíba já possui um nome consolidado no meio cultural e seria despropósito mudar isso.

A Academia de Cordel do Vale do Paraíba foi fundada na cidade de Itabaiana e é composta por 40 poetas cordelistas. Além desses, cerca de 60 poetas compõem o rol de sócios correspondentes. A entidade foi criada para fortalecer as atividades dos que se ocupam em produzir e divulgar essa modalidade literária, reconhecida como Patrimônio Imaterial do Brasil.

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar