NOTÍCIAS

Poetisa acadêmica brilha em sarau literário do Ministério da Saúde

A sensibilidade foi a tônica do sarau literário online promovido nesta quinta-feira (20/08) pelo Centro Cultural do Ministério da Saúde (CCMS), como conclusão da oficina “Estado de Poesia”. Em um encontro embalado por cuidado mútuo, os participantes puderam declamar alguns dos mais de 200 textos que produziram ao longo dos últimos três meses de encontros virtuais. Ao final, também tiveram a oportunidade de compartilhar com os colegas outros poemas próprios ou de terceiros em um ambiente acolhedor, mesmo numa plataforma online.

A poetisa Cristine Nobre, da Academia de Cordel do Vale do Paraíba, foi destaque na produção de textos e declamações. Thiago Grisola, um dos facilitadores da oficina, afirmou que o resultado foi muito positivo. Aluna da oficina, Cristine Nobre Leite – que atua na Estratégia Saúde da Família em Pirpitiruba (PB) e no CEO de Belém (PB) – afirma que houve grande harmonia e sintonia entre os participantes, a ponto de serem criados laços de amizade. “Numa época tão difícil, onde tantos amigos e parentes vão se desprendendo do convívio humano por vidas ceifadas pela Covid, outros amigos chegam inesperadamente numa Oficina de Poesia”, destaca a odontóloga e cordelista (confira um texto dela sobre a oficina no final da matéria).

Ao longo dos doze encontros, os participantes trabalharam conceitos da poesia a partir de textos de diversos autores e vídeos gravados pelos facilitadores. Por meio da plataforma WhatsApp, os alunos puderam também tirar dúvidas, discutir conceitos e comentar sobre os textos produzidos pelos colegas. Os textos produzidos na oficina também foram revisados e comentados pelos facilitadores.

Texto produzido por Cristine Nobre Leite, aluna da Oficina “Estado de Poesia” 

Participar da Oficina
Estado de Poesia
Me fez viver a magia
Banhar-me em  purpurina
Distração e disciplina
E tamanha inspiração
Trabalho de empolgação
Junto ao Thiago e a Lara
E uma turminha bem cara
Poetas de distinção

Foram três meses de encantos
De Junho até agosto
Ideias pra todo gosto
No Brasil de cantos tantos
Até versos com seus prantos
Pra gente se emocionar
À todos devo saudar
Pois foi um grande projeto
Por vezes foi só afeto
Amigos novos pra amar

Um importante momento
Em tempos de Pandemia
Investir na Poesia
É sempre um forte argumento
Indispensável alimento
Para o corpo e para alma
Boa poética acalma
Nos leva prum mundo bom
Cada um com o seu dom
Com a sua mão que  espalma

 

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar