NOTÍCIAS

Dalmo Oliveira lança seu primeiro folheto de cordel sobre luta de negra paraibana pela liberdade

O jornalista Dalmo Oliveira lançou seu primeiro trabalho na literatura de cordel, o folheto “A peleja da alforriada no tribunal da Paraíba”, uma narrativa sobre escrava paraibana que lutou pela sua alforria e se tornou símbolo de resistência na opressão escravocrata. O folheto teve primeiro lançamento no programa radiofônico “Alô comunidade”, em 13 de novembro, quando os apresentadores colocaram à disposição do público ouvinte vários exemplares da obra.

Dalmo Oliveira é jornalista profissional, autor de um livro sobre técnica de comunicação e radialista. Atua na Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e roteiriza programa semanal na Rádio Tabajara da Paraíba AM. Sócio correspondente da Academia de Cordel do Vale do Paraíba, Dalmo será alçado a uma cadeira permanente na entidade, após reforma estatutária que aumentará o número de “imortais” do cordel.

Para Dalmo, a história de Gertrudes Maria, nascida em Cabedelo, é tema de debate desde quando se tornou ativista do Movimento Negro de João Pessoa e participava de campanhas para mudar o nome da Praça Rio Branco, no centro da cidade, pelo nome da ex-escravizada. Era naquela área onde ela vendia seus doces e quitutes para pagar as custas do processo de sua alforria. “O caso de Gertrudes foi tão emblemático que se tornou paradigma no Tribunal de Justiça da Paraíba, ainda Província”, informou.

A capa e edição do folheto é de Marcelo Soares.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar