NOTÍCIAS

Cordelista potiguar vence concurso sobre Sivuca promovido pela Academia

Marciano Batista de Medeiros, de Parnamirim, Rio Grande do Norte, foi o primeiro colocado no Concurso de Cordel sobre o mestre Sivuca, promovido pela Academia de Cordel do Vale do Paraíba. O resultado do concurso foi anunciado ontem (26), durante a live da Academia na Sertão TV, do Ceará, e retransmitido por diversas plataformas da internet, comemorando os 90 anos do músico paraibano, já falecido.

Marciano é descendente de família de poetas. Seu tio-avô pelo lado materno era repentista, Francisco Salustino da Serra de São Bento. Marciano nasceu em Santo Antônio, Rio Grande do Norte, radicado em Parnamirim. Recentemente ficou em quarto lugar em concurso de cordel promovido pelo Centro de Tradições Nordestinas, sediado no Estado de São Paulo. Publicou vários cordéis biográficos onde homenageou personalidades ilustres, a exemplo de Teotônio Brandão Vilela, o Menestrel das Alagoas, Diógenes da Cunha Lima, o poeta do Baobá e presidente da Academia Norte-rio-grandense de Letras, a índia potiguar Clara Camarão, a poetisa paraibana Rita de Cássia Soares, o jornalista Joaquim Pinheiro, Os Nonatos, Ivanildo Vila Nova, o ex-governador do Rio Grande do Norte Vivaldo Costa e o poeta Abaeté, entre outros.

O poeta Marciano Batista é membro da Academia Norte-rio-grandense de Literatura de Cordel, onde ocupa a cadeira de número 31, cujo patrono é o poeta Luiz Gonzaga Felipe Neris.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar