NOTÍCIAS

Academia já projeta sarau para depois da pandemia

A Academia de Cordel do Vale do Paraíba tem reunido seus membros em eventos virtuais durante todo o período da quarentena devido à pandemia do novo coronavírus, que se estende desde o início de 2020. Os cordelistas associados não pararam de produzir, divulgando seus trabalhos através da internet. Recentemente, o poeta Raniery Abrantes finalizou o cordel “Bebé de Natércio em redondilha maior”, homenageando seu colega de academia, o músico e cordelista Bebé de Natércio, e programa lançar o folheto em sarau no Bar do Baiano, em João Pessoa, conhecido ponto de congraçamento de artistas na capital da Paraíba, logo após serem restabelecidas as condições normais de vida em sociedade.

Os acadêmicos projetam realizar esses encontros coletivos de poesia em espaços públicos, onde serão exibidos filmes e realizados debates sobre cultura, com produções audiovisuais feitas por artistas da Paraíba, entre outras atividades culturais além de declamação poética. “O objetivo é reunir pessoas que gostem de escrever, declamar ou ler poesia, seja em que formato for, e também será um ambiente de músicos e videastas, de forma a que todos aprendam uns com os outros, uma troca de conhecimento e construção de ideias, sempre buscando valorizar nossa cultura regional”, esclarece o poeta Marconi Araújo, Presidente da Academia.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar