NOTÍCIAS

Poeta escreve cordel que retrata a história de Bananeiras

“Neste livrinho pequeno e delicado cabe o universo e, principalmente, nosso mundo particular”, idealiza o cordelista pernambucano Fábio Mozart, radicado há mais de cinquenta anos na Paraíba, na região de Itabaiana, atualmente residindo em Bananeiras. Ele está lançando seu 30º cordel, contando a história de Bananeiras.

A obra “Cordel para Bananeiras” tem capa de Sérgio Ricardo Santos (DPB Agência de Publicidade) e foi lançada neste dia de Santos Reis, 6 de janeiro. “Teremos outras ocasiões para relançar o cordel de Bananeiras, quando tivermos melhores condições sanitárias, após a vacinação”, informou Mozart.

O cordel faz um passeio pela história desta cidade de 21 mil habitantes, situada na região do Brejo paraibano, que já foi o maior produtor de café do Nordeste até o começo do século vinte, o que tornou a cidade mais rica da região, expressa ainda hoje na arquitetura dos seus oitenta casarões ainda preservados. “Estou residindo na cidade e quis fazer essa homenagem à terra dos poetas Ismael Freire e João Melquíades Ferreira da Silva”, acrescentou Mozart.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar