NOTÍCIAS

Marconi Araújo lança chamada para o projeto “PAULO FREIRE EM CORDEL”

Sarau Poético-Virtual e Cordel Coletivo

CHAMADA PARA SELEÇÃO DOS PARTICIPANTES DO PROJETO:

 “Paulo Freire em Cordel”

 Atenção poetas cordelistas, repentistas e demais amantes da cultura popular:

A exemplo do que foi feito em 2019, com o CORDEL COLETIVO “O drama de Mariana e Brumadinho sob o olhar da poesia” e em 2020, com o CORDEL COLETIVO “As gigantes lições do coronavírus”, ambos de ampla repercussão nacional e reconhecida aceitação do público, o poeta Marconi Araújo, presidente da Academia de Cordel do Vale do Paraíba (ACVPB) lança agora, com apoio logístico desta entidade que preside, mais um novo e importante desafio:

CORDEL COLETIVO VIRTUAL para divulgação gradativa e diária nas redes sociais e impressão física futura, intitulado PAULO FREIRE EM CORDEL, contendo mote de sua autoria, assim descrito: “Paulo Freire tem nome, tem história / E é Patrono da nossa Educação”. Na mesma linha, lança o Sarau Poético-Virtual “Paulo Freire em Cordel” como outro produto componente deste projeto.

A ideia é que seja apesentada pelos poetas cordelistas e repentistas de todo o país, interessados nesta temática e iniciativa, uma única estrofe escrita e, se possível, que seja também declamada através da gravação de vídeo na horizontal, oportunidade em que serão levados em conta aspectos relevantes da vida e obra do educador e filósofo Paulo Freire, consagrado como Patrono da Educação Brasileira e considerado um dos principais líderes que influenciou decisivamente, no mundo inteiro, o movimento intitulado pedagogia crítica.

O poeta Marconi Araújo reforçou sua crença alusiva à enorme contribuição de Paulo Freire para a formação da consciência política no processo educativo, com reflexos extremamente importantes na história da pedagogia mundial e, ainda, enfatizou que a homenagem tem um significado todo especial em 2021” “É que a data em que o educador e filósofo Paulo Freire completaria os seus cem anos de idade trata-se do mesmo dia em que se celebra os três anos de reconhecimento oficial do cordel brasileiro como bem patrimonial, motivo de orgulho , satisfação, além de redobrada responsabilidade e efetivo compromisso com o fomento da cultura popular’, destacou o poeta presidente da ACVPB.

Os interessados podem começar a glosar suas décimas no mote proposto, hipótese interpretada como demonstração positiva de autorização para inserção no cordel coletivo (apenas uma estrofe, observados os aspectos de métrica/rima/oração) e encaminhar seus versos, preferencialmente, para o WhatsApp utilizado atualmente pelo poeta: (83) 99113-3578, contendo: nome do poeta, cidade e estado onde reside, o que poderá ser feito também através de email (poetamarconiaraujo@gmail.com).

Aqueles que encaminharem vídeo em torno de um minuto expondo sua estrofe, identificação pessoal e cidade/estado de nascimento, terá sua exibição destacada em canal do YouTube e no sítio eletrônico da ACVPB (www.academiadecordel.com.br), entidade parceira desta iniciativa, assim como na página da academina no Facebook, além da exibição diária gradativa, por ordem de encaminhamento dos trabalhos, nas páginas do instagram #cordelemrede e #acvpb_em_rede.. Assim, através do YouTube, Facebook, sítio eletrônico e Instagram, o Sarau Virtual “PAULO FREIRE EM CORDEL” ocorrerá diariamente neste período em que ainda vivenciamos a pandemia da Covid-19, alimentando-se as redes sociais com educação e cultura, proposta-chave deste projeto, tomando como base o mote sugerido pelo poeta Marconi Araújo.

O CORDEL COLETIVO virtual e físico, com previsão de divulgação gradativa e imediata nas redes sociais e de impressão física futura e oportuna, poderá ter capa com xilogravura a cargo do poeta e xilogravurista Marcelo Soares, devendo contar com até 64 estrofes, não sendo descartada sua ampliação a critério da organização do projeto em tela. Vários lançamentos presenciais regulares e periódicos da ACVPB abrigarão, oportunamente, o cordel coletivo, dentre os quais o “Cordel no Museu”, em Campina Grande, e o “Poemas e Cantos da Cidade”, em João Pessoa, realizados em parceria com a Pró-Reitoria de Cultura da Universidade Estadual da Paraíba e o Centro Cultural Ariano Suassuna do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, respectivamente, parrcerias que serão retomadas em breve, assim como outros programas culturais assemelhados e canais de comunicação disponíveis.

Por tratar-se de cordel coletivo duplo com xilogravura, composto de 16 páginas e 64 estrofes, consoante estimativa da organização do projeto cultural em apreço, o investimento, para o fim exclusivo de impressão física e remessa oportuna pelos Correios ou entrega pessoal de 20 exemplares para quem assim se interessar, corresponderá ao valor simbólico de R$80,00 (oitenta reais), eis que desprovido de interesse de lucro. A ordem dos primeiros 64 depósitos garantirá a participação no material impresso, especialmente. Por outro lado, a gravação exclusiva do vídeo para exposição não acarretará custos adicionais.

A seguir, dados para depósito e datas programadas, notadamente para os que manifestarem interesse na impressão da obra poética e recebimento pelos Correios ou pessoalmente.

Fiquem atentos. Viva a cultura popular!

Dados para Depósito:

OPÇÃO 1) PIX: 379.723.244-68 (CPF de Marconi Pereira de Araújo)

 OPÇÃO 2) CAIXA ECONÔMICA FEDERAL (104) – Agência 548 – Conta-Poupança: 870.891.861-7

                     (Marconi Pereira de Araújo – CPF: 379.723.244-68)

OPÇÃO 3) BANCO DO BRASILAgência 1617-9 – CC 307.101-4 – CPF: 930.190.684-87

                    (Idalma Silva de Arroxelas Macedo Pereira)

Data-limite previstas para envio da estrofe e depósito: 18/04/2021

Impressão prevista de até 1500 exemplares: 30/04/2021.

Saudações Poéticas,

Poeta Marconi Araújo

Presidente da ACVPB

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar