NOTÍCIAS

Amigos do poeta Gerimaldo Nunes se encontram no Casarão dos Azulejos para celebrar sua memória

Na última quinta-feira, 5, amigos e familiares do poeta Gerimaldo Nunes organizaram encontro no Casarão dos Azulejos, em João Pessoa, onde foi lançado o folheto “Cordel de Geri”, de Dalmo Oliveira, com participação dos cantores Paulo Ró, Diogo Freitas e Deo Nunes. O artista visual Sérgio Ricardo Piaba expôs camisas alusivas ao homenageado e também vendeu o folheto “Memórias de um Sargento de Anti Milícia”, de Fábio Mozart, sobre outro companheiro que faleceu em outubro passado, o advogado e comunicador comunitário João de Deus Rafael Júnior.

Gerimaldo Nunes faleceu em 7 de agosto passado. Nascido em Alagoa Grande, foi jornalista e poeta, líder de movimento libertário no meio universitário de João Pessoa nas décadas 80/90. Figura ativa nos meios culturais da capital, especialmente nos anos 90, Gerimaldo integrou o prestigiado grupo ‘Prefácio’, formado também por Bento Junior, Geraldo Santos, Mana Lia e Vagneide Ferreira. Foi um dos expoentes paraibanos da chamada ‘Poesia Marginal’, que nacionalmente conta com nomes conhecidos como Nicolas Behr, Chacal, Leila Míccolis e outros. Para sua amiga Lúcia Moraes, “ele veio para João Pessoa e virou Geri, uma pessoa muito querida por todo mundo. Aqui ele fez carreira, fez muitos amigos e muita poesia

A Academia de Cordel do Vale do Paraíba esteve presente através de Dalmo Oliveira, Fábio Mozart, Bento Júnior e Sérgio Ricardo. Esta foi a primeira vez que o Casarão, sede do Programa de Inclusão Através da Música e das Artes (Prima) – gerido pelo Governo do Estado, realizou uma homenagem póstuma.

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar